Balanço mostra resultados das ações das ‘Formigas do Bem’ no Hospital da Criança

Balanço mostra resultados das ações das ‘Formigas do Bem’ no Hospital da Criança

As doações realizadas pelo Núcleo de Voluntários Formigas do Bem, da Sociedade Amigos de Chapecó (SACH/Formigas do Bem) para o Hospital da Criança Augusta Muller Bohner (HC/ALVF) em 2020 e 2021 totalizaram R$ 157.603,24. Mais que números brutos e equipamentos, contudo, o destaque ficou por conta do trabalho voluntário desenvolvido pelas ‘formigas’ nos últimos seis anos, com a finalidade de diminuir o sofrimento das crianças.

O balanço foi apresentado na última quarta-feira, 15 de dezembro, pelo diretor administrativo da instituição, Marcos Antônio Neres, durante ato que contou com a presença da coordenadora do Núcleo, Leiry Diva Gollo Piva, do presidente da Diretoria Executiva da Associação Lenoir Vargas Ferreira, Reinaldo Fernandes Lopes, do representante da presidência da SAC Alcides Ziglioli, e do presidente do Conselho Municipal de Saúde, André Telocken, além de um grupo de ‘formigas’ e colaboradores do HC.

Os últimos dois anos, 2020 e 2021, foram marcados pela Pandemia da Covid 19, limitando diversas ações. As doações de apoio às ações não pararam. No combate à Covid, incluíram aquisição de instalação de divisórias para isolamento de alas destinadas a abrigar as vítimas, compra de máscaras descartáveis, lençóis descartáveis e alimentos. Essas doações, mais campanhas e ações para as crianças, somaram R$ 19.407,62.

Entre os equipamentos doados, no valor de R$ 138.195.62, estão 31 aparelhos de TV de LED com suporte, instalados em todos os quartos e nas áreas de conforto, persianas PVT blackout nos quartos, lava-louça de capô, seladora automática horizontal (para fechar embalagens) e climatizadores.

Marcos Antonio Neres disse que o balanço foi uma pequena amostra do que foi recebido pelo Hospital da Criança. As doações proporcionam às crianças “possibilidade de bem estar aqui no hospital”, destacou. Já o presidente da Diretoria Executiva da ALVF, Reinaldo Fernandes Lopes parabenizou a direção do HC e às Formigas do Bem pela iniciativa. “Se estamos fazendo, e fazendo bem, temos que falar, divulgar”, disse. Todas as contribuições feitas aos hospitais da ALVF “refletem no bom atendimento oferecido aos pacientes e colaboradores, e o trabalho das Formigas do Bem deve ser respeitado e elogiado”.

Para o presidente do Conselho Municipal de Saúde, André João Telocken, são iniciativas como a das Formigas do Bem e da Sociedade Amigos de Chapecó que, a muitas mãos e desprendimento, “têm mantido a roda girando”. Graças a participação e ao envolvimento da sociedade, as crianças hospitalizadas no HC dispõem de mais conforto, destacou.

A coordenadora do Núcleo Formigas do Bem, Leiry Piva, disse que dos 10 anos de existência do Hospital da Criança, os últimos seis vêm sendo acompanhados dia a dia pelo grupo de voluntários. Muito além das doações, equipamentos e ‘mimos’ confeccionados pelo grupo, “são pensados e projetados com muito amor e carinho. Todo o nosso trabalho é feito para diminuir o sofrimento das crianças”. Leiry acentuou que “ninguém vai ao hospital para passear, vai quando está fragilizado; por isso, além do tratamento clínico, precisa receber amor e carinho”.

  • COMPARTILHAR