HRO e HC registraram mais de 1,5 mil atendimentos no feriadão de carnaval

HRO e HC registraram mais de 1,5 mil atendimentos no feriadão de carnaval

Durante os cinco dias de feriadão de carnaval em Chapecó, os hospitais públicos HRO – Hospital Regional do Oeste, e HC – Hospital da Criança atenderam 1.581 pessoas. O período registrado foi das 17h30min do dia 1º de março, até as 07h30min da última quinta-feira (05).

A demanda provém de especialidades exigindo atenção médica em consultas eletivas. Entre os demais atendimentos constam 21 atendimentos a pacientes de ocorrências como: acidentes de trânsito, agressão física, arma branca, descarga elétrica entre outros. Tais atendimentos demandaram também utilização de serviços de imagens como Raio-X, tomografia ou ressonância magnética, além de cirurgias e internações nas UTI adulta e Neo-Natal.

Do total de 1.881 atendimentos, 937 foram pacientes acima dos 13 anos de idade atendidos no pronto socorro do HRO. Os demais 644 foram crianças abaixo dos 12 anos, 11 meses e 29 dias, as quais foram atendidas no pronto atendimento do HC. Do total de 644 atendimentos no HC, 14 pacientes foram por ocorrências oriundas de ferimentos diversos (trânsito, quedas, cortes, entre outros), além de registro por violência sexual e mordida de animal.

Em ambas unidades hospitalares foram internados no mesmo período 200 pacientes. A movimentação do feriado de carnaval também exigiu demandas no Centro Cirúrgico, Ortopedia, Neurocirurgia, Clínica Médica, Oncologia, Maternidade, Centro Obstétrico, UTI adulta e, UTI neo-natal, sendo estas últimas unidades com taxa de ocupação média em 97% na UTI adulta e, 100% na UTI neo-natal. Ainda foram realizadas no HRO e HC 108 cirurgias nos cinco dias, a maioria delas para atendimento a vítimas de acidentes, além de procedimentos cirúrgicos nas especialidades de cabeça pescoço, neurocirurgia, vascular, cesarianas, oncologia entre outras, exigindo atuação de diversas especialidades médicas. Nasceram durante os cinco dias de feriadão de carnaval no Centro Obstétrico, assistidos na Maternidade do Hospital Regional do Oeste 28 crianças.

Para atender as demandas, administração do HRO e HC manteve mobilizadas equipes médicas de diversas especialidades no plantão e sobreaviso, além de escalonar equipes de enfermagem, manutenção e apoio administrativo. “Não medimos esforços para garantir à comunidade serviços de saúde com qualidade e resolutividade que a população merece”, disse Severino Teixeira da Silva Filho, presidente da diretoria executiva da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira (AHLVF), entidade filantrópica que administra o HRO e o HC.

  • COMPARTILHAR